EJ - Escola de Aviação Civil


Quem Somos

Perguntas frequentes

O Cessna 152 é recomendado para o início do treinamento


Leia as dúvidas mais comuns de nossos clientes

  • 01 - Primeiro passo: Curso de Piloto Privado de Avião.

    - Requisitos iniciais: possuir 18 anos de idade e 2º grau completo.

  • 02 - CMA (Certificado Médico Aeronáutico) de segunda classe.

    - Solicitar a alguma Escola ou Aeroclube homologado pela ANAC a carta de apresentação para realização do exame médico de segunda classe (tipo de exame necessário para Piloto Privado), também chamado de CCF – Certificado de Capacidade Física.

  • 03 - Aonde realizar os exames para conseguir o CMA (Certificado Médico Aeronáutico) de segunda classe?

    - O exame médico pode ser realizado tanto nos hospitais da aeronáutica ou em clínicas particulares que forem credenciadas pela ANAC para realização dos exames. Solicitar endereços dos hospitais e clínicas pelo contato@ej.com.br

  • 04 - Qual a validade do Certificado Médico Aeronáutico de segunda classe?

    - A validade do CMA de segunda classe é de 5 anos.

  • 05 - Com o CMA em mãos, já posso iniciar minhas aulas de voos?

    - Com o CMA em mãos, você poderá dar início ao curso de Piloto Privado de Avião teórico, e até mesmo dar início aos voos, com a restrição que só poderá pilotar aviões acompanhado de instrutores.

  • 06 - Qual o tempo de duração do curso teórico de piloto privado de avião?

    - A carga horária do curso para piloto privado Teórico é de aproximadamente 280 horas/aula, dividias em 6 semanas em regime intensivo na EJ Escola de Aeronáutica. Existem cursos em outras escolas no regime extensivo que pode durar até 8 meses, dependendo da carga horária semanal.

  • 07 - Qual a frequência e matérias ministradas no curso de piloto privado de avião?

    - O curso para piloto teórico requer que o aluno tenha no mínimo 75% de freqüência e nota mínima de 7.0 em todas as matérias, que são:
    - A Aviação Civil;
    - Combate ao fogo em aeronave;
    - Conhecimentos Técnicos de Aeronaves;
    - Medicina de Aviação;
    - Meteorologia;
    - Navegação;
    - Palestra "O piloto privado - avião";
    - Regulamentação da Aviação Civil;
    - Regulamentos de Tráfego Aéreo;
    - Segurança de voo;
    - Teoria de voo.

  • 08 - Após a conclusão do curso de Piloto Privado Teórico, qual o próximo passo?

    - É o agendamento e a realização do exame teórico da ANAC, mediante pagamento de GRU (guia) no valor de R$ 250,00.

  • 09 - Como faço para me inscrever para o exame da ANAC?

    Solicitar a secretaria da EJ Escola de Aviação um formulário padrão para preenchimento dos dados pessoais. Após, deverá escanear o documento mais a GRU e enviar para ANAC através de algum dos e-mails abaixo, de acordo com a localidade que irá realizar o exame:
    Belém: inscricaoexame.belem@anac.gov.br;

    Belo Horizonte: inscricaoexame.belohorizonte@anac.gov.br;

    Brasília: inscricaoexame.brasilia@anac.gov.br;

    Curitiba: inscricaoexame.curitiba@anac.gov.br;

    Florianópolis: inscricaoexame.florianopolis@anac.gov.br;

    Fortaleza: inscricaoexame.fortaleza@anac.gov.br;

    Londrina: inscricaoexame.londrina@anac.gov.br;

    Manaus: inscricaoexame.manaus@anac.gov.br;

    Porto Alegre: inscricaoexame.portoalegre@anac.gov.br;

    Recife: inscricaoexame.recife@anac.gov.br;

    Rio de Janeiro: inscricaoexame.rio@anac.gov.br;

    Salvador: inscricaoexame.salvador@anac.gov.br;

    São Paulo: inscricaoexame.saopaulo@anac.gov.br.

  • 10 - Quais matérias fazem parte do exame da ANAC de Piloto Privado?

    - O exame da ANAC possui 100 questões de múltipla escolha das seguintes matérias:
        - Conhecimentos técnicos da aeronave;
        - Meteorologia;
        - Navegação;
        - Regulamentos de tráfego aéreo;
        - Teoria de voo.

  • 11 - Qual é a nota mínima para aprovação no exame da ANAC?

    - O método de aprovação da ANAC é similar ao do Curso de Piloto Teórico, ou seja, o candidato deverá ser aprovado em todas as matérias, com no mínimo 70% de acertos;
    - Em caso de aprovação somente de 1 ou 2 matérias, o candidato estará automaticamente reprovado e deverá refazer todas as matérias; caso aprovado em 3 ou 4, poderá prestar segunda época somente das matérias que não foi aprovado.

  • 12 - Treinamento Prático do Piloto Privado.

    - Após aprovado no exame da ANAC, será exibido no site da ANAC o resultado em aproximadamente 20 dias. Uma vez atualizado, o aluno poderá iniciar ou dar continuidade no seu treinamento para conclusão.
    - O Treinamento Prático é composto de 46 horas de voo (Programa EJ), sendo que 10 destas horas serão realizadas em voo solo (5 horas) e em navegações (5 horas). A quantidade total poderá variar de acordo com o desenvolvimento técnico dos alunos.

  • 13 - Em quais aeronaves posso realizar meu treinamento prático de PP?

    - A EJ Escola de Aviação utilizada a aeronave Cessna-152 para o treinamento inicial de PP. Trata-se de uma aeronave de 2 lugares, segura, simples e fácil de operar.
    - Ainda no PP você voará o Cessna-172/G1000 ou o Tupi para as horas em noturno. 
    - Apesar de ser mais recomendado que o aluno inicie seus voos na aeronave Cessna-152, também pode optar por realizar todo o seu curso de Piloto Privado no Cessna-172/G1000 ou o Tupi. Tratam-se de aeronaves de 4 lugares, também simples de operar, porém com custo maior. 

  • 14 - Voo de avaliação para obtenção da licença PPA.

    - Após a conclusão do treinamento prático, o aluno é submetido a um voo de avaliação com um Examinador Credenciado da ANAC, que dará aprovação técnica para obtenção da Licença de Piloto Privado de Avião (PPR).
    - Caso aprovado no voo, a Escola fará junto a ANAC todo o processo de solicitação de emissão da Licença.

  • 15 - O que me permite a Licença de Piloto Privado?

    - Com a habilitação de Piloto Privado em mãos, o piloto estará habilitado a pilotar aviões Monomotoras em condições visuais, porém somente desportivamente ou em aeronave particular. Não poderá exercer nenhuma função remunerada.
    - Para que o aluno dê continuidade na carreira, deverá realizar o curso de Piloto Comercial de Avião.

  • 16 - Segundo Passo: Curso de Piloto Comercial

    - Requisitos iniciais: possuir a licença de Piloto Privado de Avião e 2º grau completo;

  • 17 - Certificado Médico Aeronáutico de Primeira Classe.

    - Solicitar a alguma Escola ou Aeroclube homologado pela ANAC a carta de apresentação para realização do exame médico de primeira classe (tipo de exame necessário para Piloto Comercial), também chamado de CCF – Certificado de Capacidade Física.

  • 18 - Onde realizo os exames para conseguir o CCF de primeira classe?

     - O exame médico de Primeira Classe só pode ser realizado nos hospitais da aeronáutica abaixo:
    HABE - Hospital de Aeronáutica de Belém - (91) 3215-6500;
    HACO - Hospital de Aeronáutica de Canoas - (51) 3472-1621;
    HARF - Hospital de Aeronáutica de Recife - (81) 3461-7800;
    BANT - Base Aérea de Natal - (84) 4008-7100;
    BAFZ - Base Aérea de Fortaleza - (85) 3216-3043;
    BASV - Base Aérea de Salvador - (71) 3377-8330;
    CEMAL - Centro de Medicina Aeroespacial - (21) 2101-7148;
    EPCAR - Escola Preparatória de Cadetes do Ar - (32) 3339-4102;
    PAMA LAGOA SANTA - Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa - (31) 3689-3385;
    AFA - Academia da Força Aérea - (19) 3565-7151;
    HASP - Hospital de Aeronáutica de São Paulo - (11) 2224-7100;
    EEAR - Escola de Especialistas da Aeronáutica - (12) 3123-1271;
    BACG - Base Aérea de Campo Grande - (67) 3368-3270;
    CINDACTA II - Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo - (41) 3251-5295;
    HFAB - Hospital Força Aérea de Brasília - (61) 3365-2000;
    BAPV - Base Aérea de Porto Velho - (69) 3225-2255;
    HAMN - Hospital de Aeronáutica de Manaus - (92) 3623-4214.

    - Alguns médicos credenciados estão emitindo o CMA de 1º Classe, para isso deverá consultar o médico de sua preferência.

  • 19 - Qual a validade do Certificado Médico Aeronáutico de primeira classe?

    - A validade do CMA de primeira classe é de 1 ano.

  • 20 - Qual a frequência e matérias ministradas no Curso de Piloto Comercial Teórico?

    - O curso teórico requer que o aluno tenha no mínimo 75% de freqüência e nota mínima de 7.0 em todas as matérias, que são:
    - Aerodinâmica e Teoria de Voo;
    - A Aviação Civil;
    - Conhecimentos Técnicos (motores à reação);
    - Física;
    - Inglês;
    - Instrução Aeromédica;
    - Matemática;
    - Meteorologia;
    - Navegação Aérea (IFR);
    - O Piloto Comercial de Avião;
    - Regulamentação da Aviação Civil;
    - Regulamentação da Profissão de Aeronauta;
    - Regulamentos de Tráfego Aéreo (IFR);
    - Segurança da Aviação Civil contra atos de interferência ilícita;
    - Segurança de Voo; e
    - Teoria de Voo.

  • 21 - Qual o tempo de duração do curso de piloto comercial teórico?

    - A carga horária do curso Teórico é de aproximadamente 330 horas/aula, dividias em 7 semanas em regime intensivo na EJ Escola de Aviação. Existem cursos em outras escolas no regime extensivo que pode durar até 8 meses, dependendo da carga horária semanal.

  • 22 - Após a conclusão do Curso de Piloto Comercial Teórico, qual o próximo passo?

    - É o agendamento e a realização do exame teórico da ANAC, mediante pagamento de GRU (guia) no valor de R$ 250,00 aproximadamente.

  • 23 - Como faço para me inscrever para o exame da ANAC?

    Solicitar a secretaria da EJ Escola de Aviação um formulário padrão para preenchimento dos dados pessoais. Após, deverá escanear o documento mais a GRU e enviar para ANAC através de algum dos e-mails abaixo, de acordo com a localidade que irá realizar o exame:

    Belém: inscricaoexame.belem@anac.gov.br;

    Belo Horizonte: inscricaoexame.belohorizonte@anac.gov.br;

    Brasília: inscricaoexame.brasilia@anac.gov.br;

    Curitiba: inscricaoexame.curitiba@anac.gov.br;

    Florianópolis: inscricaoexame.florianopolis@anac.gov.br;

    Fortaleza: inscricaoexame.fortaleza@anac.gov.br;

    Londrina: inscricaoexame.londrina@anac.gov.br;

    Manaus: inscricaoexame.manaus@anac.gov.br;

    Porto Alegre: inscricaoexame.portoalegre@anac.gov.br;

    Recife: inscricaoexame.recife@anac.gov.br;

    Rio de Janeiro: inscricaoexame.rio@anac.gov.br;

    Salvador: inscricaoexame.salvador@anac.gov.br;

    São Paulo: inscricaoexame.saopaulo@anac.gov.br.

  • 24 - Quais matérias fazem parte do exame da ANAC de Piloto Comercial?

    O exame da ANAC possui 100 questões de múltipla escolha das seguintes matérias:
    - Conhecimentos técnicos da aeronave;
    - Meteorologia;
    - Navegação;
    - Regulamentos de Tráfego Aéreo;
    - Teoria de Voo.

  • 25 - Qual é a nota mínima para aprovação no exame da ANAC?

    - O método de aprovação da ANAC é similar ao do Curso Teórico, ou seja, o candidato deverá ser aprovado em todas as matérias, com no mínimo 70% de acertos;
    - Em caso de aprovação somente de 1 ou 2 matérias, o candidato estará automaticamente reprovado e deverá refazer todas as matérias; caso aprovado em 3 ou 4, poderá prestar segunda época somente das matérias que não foi aprovado.

  • 26 - Treinamento Prático de Piloto Comercial.

    - Após aprovado no exame da ANAC, será exibido no site da ANAC o resultado em aproximadamente 20 dias. Uma vez atualizado, o aluno poderá iniciar ou dar continuidade no seu treinamento.

  • 27 - Em quais aeronaves posso realizar meu treinamento prático de PCA?

    - A EJ Escola de Aviação utilizada as seguintes aviões para treinamento de PCA:
        - Cessna-152;
        - Cessna-172/G1000;
        - Simulador IFR AATD;
        - Seneca II ou III (caso opte por treinamento em aeronaves multimotores).


  • 28 - Habilitação para voo por instrumento.

    - O curso de voo por instrumentos (IFR) é uma habilitação adicional que o piloto de avião pode realizar nas licenças do Curso de Piloto Comercial, porém também pode ser realizado com a licença do Curso de Piloto Privado. O treinamento teórico é realizado dentro do curso de Piloto Comercial Teórico.
    - Durante esta etapa o aluno também realizará o treinamento em simuladores de voo.

  • 29 - Treinamento em aeronaves multimotores.

    - O curso para piloto de Multimotores (MLTE) é uma habilitação adicional que o piloto de avião pode realizar dentro das licenças do Curso de Piloto Privado ou Curso de Piloto Comercial. O treinamento é somente prático e permite ao piloto trabalhar em alguma companhia aérea..

  • 30 - Voo de avaliação para obtenção da licença PCA.

     - Após a conclusão do treinamento prático, o aluno é submetido a um voo de avaliação com um Examinador Credenciado da ANAC, que dará aprovação técnica para obtenção da Licença de Piloto Privado de Avião (PPR).
    - Caso aprovado no voo, a Escola fará junto a ANAC todo o processo de solicitação de emissão da Licença.

  • 31 - O que me permite a Licença de Piloto Comercial?

     - Com a habilitação de Piloto Comercial em mãos, o piloto estará habilitado a pilotar aviões monomotores e dependendo das licenças obtidas durante o curso poderá voar em condições meteorológica adversas e ainda em aeronaves multimotores.
    - Com esta habilitação poderá exercer funções remunerada.
    - Caso o aluno não tenha acesso ao mercado de trabalho poderá realizar o curso de INVA (Instrutor de voo) treinamento também feito pela EJ.

  • 32 - Terceiro Passo (opcional): Curso de Instrutor de Voo.

    - O curso de Instrutor de Voo requer formação prévia como Piloto Comercial. Trata-se de uma ótima opção para quem deseja adquirir experiência antes de buscar novas oportunidades na aviação comercial. O curso de Instrutor de Voo permite, ainda, que o piloto de avião atue como instrutor em escolas de aviação civil.

  • 33 - Qual a frequência e matérias ministrads no Curso de Instrutor de Voo Teórico?

     - O curso teórico requer que o aluno tenha no mínimo 75% de freqüência e nota mínima de 7.0 em todas as matérias, que são:
        - Relações Interpessoais;
        - O Instrutor e a Comunicação;
        - Processo Ensino - Aprendizagem;
        - A Avaliação e a Crítica;
        - Recursos Audiovisuais;
        - Teoria de Voo;
        - Instrução Aeromédica;
        - Noções de Direito Aeronáutico;
        - Segurança de Voo;
        - A Aviação Civil.


  • 34 - Qual o tempo de duração do curso de instrutor de voo teórico?

     - A carga horária do curso Teórico é de aproximadamente 80 horas/aula, dividias em 15 dias em regime intensivo na EJ Escola de Aeronáutica.

  • 35 - Após a conclusão do Curso de Instrutor de Voo Teórico, qual o próximo passo?

     - É o agendamento e a realização do exame teórico da ANAC, mediante pagamento de GRU (guia) no valor de R$ 50,00 aproximadamente.

  • 36 - Como faço para me inscrever para o exame da ANAC?

     Solicitar a secretaria da EJ Escola de Aviação um formulário padrão para preenchimento dos dados pessoais. Após, deverá escanear o documento mais a GRU e enviar para ANAC através de algum dos e-mails abaixo, de acordo com a localidade que irá realizar o exame:

    Belém: inscricaoexame.belem@anac.gov.br;

    Belo Horizonte: inscricaoexame.belohorizonte@anac.gov.br;

    Brasília: inscricaoexame.brasilia@anac.gov.br;

    Curitiba: inscricaoexame.curitiba@anac.gov.br;

    Florianópolis: inscricaoexame.florianopolis@anac.gov.br;

    Fortaleza: inscricaoexame.fortaleza@anac.gov.br;

    Londrina: inscricaoexame.londrina@anac.gov.br;

    Manaus: inscricaoexame.manaus@anac.gov.br;

    Porto Alegre: inscricaoexame.portoalegre@anac.gov.br;

    Recife: inscricaoexame.recife@anac.gov.br;

    Rio de Janeiro: inscricaoexame.rio@anac.gov.br;

    Salvador: inscricaoexame.salvador@anac.gov.br;

    São Paulo: inscricaoexame.saopaulo@anac.gov.br.

  • 37 - Quais matérias fazem parte do exame da ANAC de Instrutor de Voo?

    O exame da ANAC possui 20 questões de múltipla escolha das seguintes matérias:
        - Relações Interpessoais;
        - O Instrutor e a Comunicação;
        - Processo Ensino - Aprendizagem;
        - A Avaliação e a Crítica;
        - Recursos Audiovisuais;
        - Teoria de Voo;
        - Instrução Aeromédica;
        - Noções de Direito Aeronáutico;
        - Segurança de Voo;
        - A Aviação Civil.

  • 38 - Qual é a nota mínima para aprovação no exame da ANAC?

     - O método de aprovação da ANAC é similar ao do Curso Teórico, ou seja, o candidato deverá ser aprovado em todas as matérias, com no mínimo 70% de acertos;
    - Em caso de aprovação somente de 1 ou 2 matérias, o candidato estará automaticamente reprovado e deverá refazer todas as matérias; caso aprovado em 3 ou 4, poderá prestar segunda época somente das matérias que não foi aprovado.

  • 39 - Treinamento Prático de Instrutor de Voo.

     - Após aprovado no exame da ANAC, será exibido no site da ANAC o resultado em aproximadamente 20 dias. Uma vez atualizado, o aluno poderá iniciar ou dar continuidade no seu treinamento.

  • 40 - Em qual aeronave posso realizar meu treinamento prático de INVA?

     - A EJ Escola de Aviação utilizada o Cessna-152 para treinamento de INVA.

  • 41 - Voo de avaliação para obtenção da licença INVA.

    - Após a conclusão do treinamento prático, o aluno é submetido a um voo de avaliação com um Examinador Credenciado da ANAC, que dará aprovação técnica para obtenção da Licença de Instrutor de voo (INVA).
    - Caso aprovado no voo, a Escola fará junto a ANAC todo o processo de solicitação de emissão da Licença.

  • 42 - O que me permite a Licença de Instrutor de Voo?

     - Esse curso habilita o piloto comercial a exercer a função de instrutor de voo em escolas de aviação civil.


Aluno voa e navega solo. De verdade.
Este é um princípio de formação de
aviadores na EJ Escola de Aeronáutica

Ver Video


    Mural Informativo


  • Editorial: por uma necessária evolução conceitual na ANAC

    Nós não negamos a consistente evolução que tem havido na ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil, nos últimos anos. Ultimamente tem sido em avanços relacionadas ao bom uso da tecnologia que a agência tem feito. Isso tem agilizado diversos tipos de processos. A agência também tem frequentemente ouvido os operadores da aviação para desenvolverem todas as regulamentações. Tudo isso é benéfico e tem produzido bons resultados no âmbito geral. O que falta é uma necessária evolução conceitual e de reposicionamento de toda a agência. Muitas vezes sentimos que a ANAC ainda não tem a completa consciência do salto que ela pode dar em influência positiva para o país. Há algum tempo a EJ solicitou que fossem feitas provas em inglês para todas as habilitações que a agência emite: do piloto privado ao mecânico de aeronaves. Isso ainda não foi atendido e não há previsão para que ocorra. E é algo simples de ser feito. Acreditamos que a ANAC ainda não tenha feito isso possivelmente por uma deficiência de compreensão da grandiosidade que há na aviação brasileira, algo que pode ser reflexo da falta de consciência geral de muitos de nós brasileiros, inclusive pilotos, sobre o tema. Entretanto, se há algo que o Brasil pode ser orgulhar, é de sua aviação. Não custa lembrar: temos uma das maiores frotas da aviação geral e de agrícolas do mundo, temos uma das maiores frotas de helicópteros do planeta, o Brasil criou a Embraer, a terceira maior fábrica de aviões do hemisfério, que produz aeronaves com muitas tecnologias que são consideradas superiores à Boeing e Airbus. Durante a segunda Guerra Mundial, os pilotos brasileiros do “Senta a Pua” tiveram um desempenho percentual superior à média da Força Aérea dos EUA. As nossas companhias aéreas são reconhecidas globalmente como excelentes. O país exporta pilotos para empresas do mundo todo por serem reconhecidamente bons. Temos uma esquadrilha militar admirada nos cinco continentes, e voando aviões projetados e fabricados aqui. E finalmente, um brasileiro foi o primeiro a decolar um avião de uma superfície plana. Sim, inventamos o avião. Isso são fatos. Nós brasileiros somos fortes na aviação, e o mundo, ao olhar para a nossa capacidade na área, vê com admiração. A EJ já recebeu e formou dezenas de alunos de Angola, na África, mas neste caso é um país que também fala português. Resultado também do esforço dos países lusófonos em padronizar e aproximar as regras ortográficas para que haja uma maior troca cultural e comercial. Também já recebemos alunos, poucos, da América Central. Bem poucos da América Latina e já recebemos também alunos da Espanha, França e Itália. Entre todos eles, além do esforço de estudo da aviação, também tiveram que se esforçar na língua portuguesa para fazer as provas, ou, por algum motivo, já tinham uma familiaridade com a língua. Por isso pedimos as provas em inglês. Dito isto, podemos afirmar com tranquilidade que o Brasil tem condições de disputar de igual para igual com escolas da Europa e EUA, tanto em qualidade como em preço, principalmente nos mercados da América Latina, África e Ásia. A EJ tem hoje condições de implantar rapidamente turmas para os cursos desde o piloto privado ao comercial e especializações, no teórico e prático, totalmente em inglês, a língua universal da aviação, e conhece outras escolas também podem fazer o mesmo, nos diversos ramos de ensino da área. O povo brasileiro é acolhedor e hospitaleiro, é diferente das dificuldades que encontram os asiáticos, os africanos e os latinos, hoje em dia, nos EUA e Europa. Estrategicamente a nação pode ser aproveitar de maneira mais eficiente de todo esse prestígio aeronáutico, e isso traria, além de divisas e empregos, uma maior projeção e influência para o país.

  • Guilherme Moura, instrutor da EJ Campo Verde, é contratado pela Avianca

    Carioca do Méier, quando criança, duas coisas o faziam vibrar: Tulio Maravilha fazendo gols pelo Botafogo, seu time do coração, e quando aviões passavam sobre sua casa em aproximação para pouso no aeroporto Santos Dumont. “Jogar bola e avião, ia correndo para a janela para ver qual era”, relembra Guilherme Moura, 28 anos, instrutor da EJ recentemente contratado pela Avianca Brasil para ser copiloto de aeronaves da linha Airbus. Sem aviadores na família, com mãe professora e pai advogado, na adolescência o gosto por aviões diversificou: além dos aviões comerciais que passavam sobre sua casa, passou a admirar os aviões de propaganda, que passavam puxando faixa, na praia da Barra da Tijuca, onde frequentava. Com a ideia consolidada, obteve apoio da família tanto emocionalmente como financeiramente. “Não haveria outra profissão a qual pudesse me dedicar com tanto amor e satisfação”, conta Moura, que logo se matriculou e graduou-se em Ciências Aeronáuticas a Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro. Formado, seguiu para fazer pós-graduação em Segurança da Aviação Civil também na Estácio enquanto fazia os cursos práticos de pilotagem. A partir de 2012 ele fez desde o piloto privado ao INVA - Instrutor de voo de avião, na QNE Escola de Aviação, em Maricá. O aeroporto da cidade na região metropolitana do Rio de Janeiro acabou sendo fechado e Guilherme ficou sem saber onde dar prosseguimento em sua carreira e produzir experiência de voo o suficiente para ser contratado por uma linha aérea. “Todo dia ficava mandando currículos para todas as escolas e taxis aéreos”, relembra. Em um momento também de alta do mercado, foi chamado para uma entrevista no Aeroclube de Itápolis e logo foi contratado, onde atuou por um ano e meio como instrutor de voo nos Aero Boeros e Paulistinhas da instituição. “Tinha bastante gente sendo contratada e bastante gente indo para a EJ”, relembra. Logo ingressou na EJ para atuar na Unidade Campo Verde da escola, no Mato Grosso, também como instrutor de voo. “Foi de grande aprendizado e aperfeiçoamento dos meus conhecimentos como piloto: meteorologia, navegação e conhecer novas regiões e culturas”, afirma Moura que deu aulas teóricas de diversas matérias e chegou a ser o coordenador de cursos para turmas de Piloto Privado e Comercial da unidade, onde atuou por um ano e meio. Sobre o período como instrutor? “Não pode desanimar ninguém mesmo que a pessoa esteja fazendo alguma coisa errada. Tem que ensinar o caminho certo para motivar e dar mais ânimo”, explica. Um conselho aos alunos que continuam seus cursos na EJ? “Se dediquem e trabalhem com ética, entrega e responsabilidade sempre e que não tenham desculpas de deixar algo para depois, ou de esperar que alguém faça alguma coisa por vocês. Não espere alguém te ligar, ou te buscar em casa. Sonhos se realizam. Mas é preciso muita paciência, foco, determinação”. Guilherme está finalizando a primeira fase do treinamento na Avianca, onde estuda em simuladores fixos todo o processo de cabine. Logo mais iniciará o simulador full motion para depois finalizar seu treinamento em rota, já voando com passageiros e um terceiro piloto na cabine, no jump seat por alguns voos. Hora ou outra, após este intenso período de treinamento, ele poderá se dar ao luxo de uma vibração, como as que fazia quando era criança, ao comemorar gols do fogão ou ao correr para a janela para ver os aviões passarem. Fará isso possivelmente quando sobrevoar o Méier, aproximando para pouso no aeroporto Santos Dumont ou Galeão, também ali perto. A EJ agradece ao Guilherme por seu tempo dedicado ao ensino e deseja boa sorte em seu novo passo na carreira.

  • Conheça as matérias do curso de nível superior da EJ

    A EJ Escola Superior de Aeronáutica oferece o curso de Pilotagem Profissional de Aeronaves. É um curso de graduação de nível superior já devidamente aprovado pelo MEC - Ministério da Educação. Será realizado no Campus EJ Itápolis, onde também são oferecidos todos os cursos práticos para quem deseja ser tornar piloto profissional. Desde o piloto privado, passando pelo comercial, e especializações como Upset Recovery e Jet Training. A distribuição de aulas foi cuidadosamente formatada para que alunos possam, no decorrer de 2 anos, concluir a formação superior e obter todas as suas carteiras de piloto. 1º Período  Aerodinâmica e Teoria de Voo 1  Meteorologia Aeronáutica 1  Regulamentos de Tráfego Aéreo 1 Navegação Aérea 1 Conhecimentos Técnicos das Aeronaves 1 Fatores Humanos na Aviação Legislação e Sistema de Aviação Civil Língua Portuguesa I Segurança de Voo Matemática para Pilotagem 2º Período  Aerodinâmica e Teoria de Voo 2 Meteorologia Aeronáutica 2 Regulamentos de Tráfego Aéreo 2 Navegação Aérea 2 Conhecimentos Técnicos das Aeronaves 2 Ética, Filosofia e Psicologia na Aviação Direito Aeronáutico Língua Portuguesa II Medicina na Aviação Física para Aeronáutica 3º Período Aerodinâmica e Teoria de Voo 3 Meteorologia Aeronáutica 3 Regulamentos de Tráfego Aéreo 3 Navegação Aérea 3 Conhecimentos Técnicos das Aeronaves 3 Gestão Aplicada à Aviação - (Planej./Org. do Transporte Aéreo) Emergência e Sobrevivência Inglês I 4º Período Performance/Peso e Balanceamento de Aeronaves Projeto de Especificidade Sistemas de Aeronaves Modernas Fraseologia e Tráfego Aéreo Internacional Gerência de Operação e Manutenção Gerencia de Recursos de Equipes (CRM) Técnica de Operação de Jato Inglês II Período do curso - O curso tem duração de 2 anos, dividido em 4 semestres. A primeira turma terá início no dia 30/07/18; - As aulas acontecem de segunda a sexta no período noturno, das 19h10 às 22h40, havendo algumas aulas aos sábados. Processo seletivo - A inscrição para o processo seletivo deve ser realizada até o dia 22/06/18; - O processo seletivo acontecerá no dia 01/07/18 (domingo) às 9h00; - Turma limitada a 40 vagas. Valores - Inscrição processo seletivo: R$ 30,00 (R$ 15,00 se o aluno for utilizar nota do ENEM); - Alunos que realizaram curso na EJ Escola de Aviação, possuem desconto na mensalidade (consulte).

Homologação ANAC
Número 051

DOU 03/05/18

QUALIDADE
ISO 9001:2008

Tel.: Itápolis-SP: 55 16 3263-9160 - Jundiaí-SP 55 11 4815-1984

São Paulo-SP 55 11 3459-5233 - Campo Verde - MT 55 66-3419-1510