EJ - Escola de Aviação Civil


Aeronaves

Cessna 152


A melhor aeronave para aprender a voar, segura e moderna

O Cessna 152 é consagrado mundialmente como a melhor aeronave treinadora inicial de pilotos. De facil pilotagem, ideal para voos visuais. Comporta dois ocupantes e pelo seu custo acessível é utilizado na formação do Curso de Piloto Privado e na fase inicial do Curso de Piloto Comercial.


Ficha técnica

Assentos 2
Motor Lycoming
Potência 110 hp
Comprimento 7,96m
Envergadura 11.10m
Altura 2,86m
Peso máximo de decolagem 745kg
Velocidade de Cruzeiro 85kt (157km/h)
Velocidade máxima 111kt (206km/h)
Combustível 98,4L

Veja mais fotos



Aluno voa e navega solo. De verdade.
Este é um princípio de formação de
aviadores na EJ Escola de Aeronáutica

Ver Video


    Mural Informativo


  • EJ atualiza seu plano de negócios com vista ao crescimento em 2019

    O ano de 2019 tem demonstrado um cenário otimista para a aviação. Neste primeiro trimestre, as Cias Aéreas apresentaram um ritmo moderado de contratação de pilotos, com previsão de aumento a partir do segundo. Diante das novas expectativas, a EJ pretende fortalecer seus pilares de formação com foco nas novas necessidades do mercado. Com o avanço do ensino a distância (EAD), modalidade que apresentou crescimento da demanda em mais de 60% no último ano, a EJ pretende descontinuar suas atividades teóricas em São Paulo. Atualmente, a Escola já oferece em seu portfólio os cursos a distância de PPA e PCA. O curso de Comissário de Voo EAD deve ser disponibilizado ao público já no segundo semestre deste ano, seguido pelo INVA. Os cursos presenciais ainda serão oferecidos nas Unidades de voo, possibilitando a conciliação de treinamento teórico e prático aos nossos alunos.  A Unidade de Itápolis (agora Campus Itápolis), tem sido o destino certo para os alunos que pretendem se formar piloto e ao mesmo tempo obter a certificação de ensino superior, cada dia mais requisitada pelas empresas aéreas. O Campus Itápolis da EJ é o único lugar no Brasil que oferece a facilidade de voar durante o dia e estudar à noite, possibilitando que no período de apenas 2 anos sejam obtidas as carteiras de piloto e certificação superior. Novos cursos superiores estão sendo desenvolvidos e em breve serão lançados ao mercado. Posicionada estrategicamente ao lado da capital de São Paulo, a Unidade de Jundiaí estima aumento de suas operações de voo. O plano de crescimento desta Unidade envolve desde o aumento da frota, até a reposição de instrutores, em virtude do egresso de pilotos, que tem sido contratados pela aviação comercial. Em Jundiaí, também serão iniciadas as operações do Táxi Aéreo, empresa do Grupo EJ que atuará no segmento executivo de fretamento de voos. Outra novidade é que o curso de Piloto Agrícola agora é oferecido na Unidade de Campo Verde-MT, estabelecida na região centro-oeste do país. "Viemos estudando o cenário agrícola nos últimos anos e entendemos que a oferta do curso nesta região atenderá melhor nossos clientes", comenta Edmir Gonçalves, diretor da EJ. A Unidade também oferece o curso de Piloto Privado e Comercial, possibilitando inclusive o treinamento em aeronaves convencionais, como o PA-18, um dos melhores treinadores de pilotos para a aviação agrícola. No segundo semestre a EJ deve ainda inaugurar sua Unidade de Americana, objetivando atender ao público da região e também dar suporte à logística de operações das principais bases, Itápolis e Jundiaí. A Unidade também contará com modernos simuladores de voo para treinamento de voo por instrumentos. "A partir de agora nossos esforços estão concentrados na retomada do crescimento", diz Josué de Andrade, diretor da Escola. Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades. Em 2019, voe mais alto com a EJ.

  • EJ contrata nove instrutores de voo

     A EJ Escola de Aviação contratou recentemente nove instrutores de voo para completar o quadro da unidade Campus Itápolis. Com a retomada comercial das companhias aéreas nacionais e internacionais, a EJ prevê ainda mais contratações ao longo do ano de 2019. “Com a tendência de crescimento, muitos de nossos instrutores estão sendo contratados por companhias aéreas, abrindo espaço para novos acumularem suas horas de voo”, diz Josué Andrade, diretor da EJ. Todos os novos instrutores contratados realizaram seu treinamento na EJ. Conheça a história de cada um: Luciano Arsieri Natural de Itápolis-SP, teve a oportunidade de crescer vendo as aeronaves da EJ Escola de Aviação sobrevoando a cidade e com isso nasceu essa paixão por voar. "Além disso minha irmã era comissária de voo e me inspirou para ter o primeiro contato com a aviação", conta, "e voei na TAM por 7 anos como Comissário onde obtive grandes experiências profissionais e pessoais". Arsieri também possui habilitação de Instrutor de Voo de Helicópteros." Isso é só o início, meu objetivo é conseguir ingressar em uma empresa aérea e continuar fazendo o que mais amo, Voar!" Ainda diz:“Se você tem um sonho corra atrás, sempre mantendo o foco e persistência, pode ter certeza se fizer isso um dia seu sonho se realizará.” Matheus Bertolini do Prado Matheus tem 23, é natural de Novo Horizonte - SP. “Assim que terminei o ensino médio iniciei as aulas de piloto privado, para que logo cedo conseguisse atingir meus objetivos e conquistar meu sonho”. Logo após o cheque de piloto privado iniciou os cursos de piloto comercial e instrutor de voo”, diz. Matheus tem como objetivo ser comandante de linha aérea, fazendo carreira e atingindo seus objetivos de se tornar comandante. Leonardo Garcia Próspero O paulista de 20 anos, é Graduado em Aviação Civil pela Universidade Anhembi Morumbi, e conquistou sua primeira habilitação, a de piloto privado, no Aeroclube de Itápolis. "Ainda no terceiro colegial, com 17 anos, comecei algumas horas de voo e logo em seguida, o teórico do PP, dando continuidade com 18 anos, o curso de Piloto Comercial e Instrutor de voo." diz. "A paixão pela aviação vem desde pequeno, quando ainda criança pude entrar no cockpit de um Boeing 767, dando um amor incondicional por essas aves de metal", afirma. O objetivo de Próspero é ingressar em uma linha aérea, fazendo uma carreira e buscar voos mais altos, sempre. Joyce Escobar Gonzaga Aos 23, a instrutora natural de Goiânia é graduada em Ciências Aeronáuticas pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO). "Iniciei meus voos juntamente com a graduação onde voava nas férias, e terminei a graduação juntamente com meu curso de piloto comercial, e logo já iniciei o curso de instrutora." O sonho da goianense começou logo quando voou pela primeira vez em um Boeing 737 da Gol, relata." Aos 14 anos em uma viagem com a família, onde a partir dali me apaixonei cada vez mais pela aviação. Meu maior objetivo é ingressar na linha aérea e buscar a carreira internacional." Karen Cristiane Gardini Karen tem 33 anos, é natural de São Caetano do Sul-SP. Em 2007 terminou sua graduação de Bacharel em Turismo pela UNIBERO em São Paulo e atuou na área de hotelaria até 2008. Na aviação conquistou sua primeira habilitação, a de piloto privado, em 2010 no Aeroclube de Itápolis. “Ingressei em 2009 na Azul Linhas Aéreas como Agente de Aeroporto e na época nasceu a vontade de me tornar piloto de linha aérea”, diz. “Com este objetivo em mente em 2010 fiz seleção na Emirates e entrei como comissária para angariar fundos para pagar os cursos de Piloto Comercial, IFR, MLTE e INVA”, afirma. “Em 2016 retornei para o Brasil tirei todas as carteiras e meu objetivo é ingressar em uma linha aérea como Copiloto e no futuro como Comandante”. Pedro Henrique Bernardes Silva Ferreira Pedro tem 21 anos, nasceu em Iturama, no triângulo mineiro, estudou em uma escola pública. "Minha paixão pela aviação começou aos 5 anos de idade em São José do Rio Preto, quando fui pela primeira vez a um aeroporto, e desde pequeno, sempre falei para a minha família que ser um piloto", relata. "Mas infelizmente naquela época era muito complicado, minha família não tinha condições". Quando fez seus 18 anos, todo o esforço foi para se formar e conseguir suas carteiras. Pedro almeja chegar ao cargo de comandante de uma linha aérea. Rafael Gisloti Aos 28, Rafael é natural de Mogi Guaçu-SP, graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual Paulista – UNESP Ilha Solteira e Pós-graduado em Gestão de Manutenção de Aeronaves pela Estácio. Teve seu primeiro contato com a aviação foi como estagiário da LATAM MRO em São Carlos-SP, unidade de manutenção da LATAM Airlines. Antes mesmo de ser checado piloto comercial, já era funcionário da escola como instrutor teórico dos cursos de mecânico de manutenção aeronáutica. “A EJ sempre se mostrou disposta a oferecer oportunidades para crescer como profissional na aviação”, afirma. “Quando pequeno sonhava em ser piloto, mas a falta de pessoas próximas a área e de recursos financeiros me fizeram esquecer do antigo sonho. Depois que trabalhei na LATAM, vi que o desejo de criança não podia ser deixado para trás”, conta. “Meu objetivo na aviação é conquistar reconhecimento como piloto e trabalhar como comandante de aviação executiva.” Daniel Fernandes Giusti Daniel, 31, é natural de São Paulo-SP. Filho de aviador militar da aeronáutica, nasceu no HASP, viveu toda a infância e adolescência em vilas militares. "Não tive outra alternativa a não ser me apaixonar pela aviação desde muito pequeno", relembra. "À época de criança, quando morava no ninho das águias em Pirassununga e, escondido, aproximava-se da cabeceira para assistir os pousos e descolagens da esquadrilha da fumaça em treinamento". Em 2011 tirou sua primeira carteira na aviação, a de piloto privado de helicóptero dando sequência no PCH e INVH. Procurou sempre saber mais sobre a aviação e foi assim que conheceu a EJ. Hoje, após muito estudo e dedicação, pertence ao grande time de instrutores da maior escola aeronáutica da América latina dando seu primeiro real e grande passo ao futuro promissor na linha aérea. Weslei Roncada Gonçalves Weslei tem 21, é natural de Itápolis-SP. Atualmente cursa Comércio Exterior na UNIFRAN e teve seu primeiro contato com aviação no Aeroclube de Itápolis, local que tinha costume de visitar com sua mãe quando pequeno. Formado desde o Piloto Privado até o Piloto Comercial e Instrutor de Voo, afirma: "Trabalhei em operações de voo e instrução teórica na antes de ser instrutor prático". Weslei tem como objetivo se tornar comandante de uma companhia aérea. Na EJ os instrutores começam dando aulas nos Cessna 152, mesma aeronave que fizeram a maior parte de sua formação. Depois, com o acúmulo de experiência, eles seguem para novas liberações, e níveis de instrução. Isso envolve horas noturnas, voos por instrumento e até mesmo aeronaves multi-motoras como o Piper Sêneca. Desejamos boas vindas ao novos contratados. Voe mais alto.

  • Palestra: Carreira e empregabilidade no exterior com Flávia Lucilio e Félix Monteiro

    A EJ Escola de Aviação gostaria de convidar a todos à participarem da palestra sobre "Carreira e empregabilidade no exterior", com a presença do casal de pilotos Flávia Lucilio (formada pela EJ) e Félix Monteiro. Ambos brasileiros, eles atuam nos Emirados Árabes como co-pilotos dos jatos A320 e A380. No evento eles contarão sobre sua formação e carreira, além de um bate papo aberto com os alunos. O evento é gratuito, e será no Campus Itápolis, no Hangar da EJ Manutenção no dia 17/04/19 ás 19:30h. Para confirmar sua presença, clique aqui. Contamos com sua presença. Voe mais alto.


Homologação ANAC
Número 051

DOU 03/05/18

QUALIDADE
ISO 9001:2008

Tel.: Itápolis-SP: 55 16 3263-9160 - Jundiaí-SP 55 11 4815-1984

Campo Verde - MT 55 66-3419-1510