EJ - Escola de Aviação Civil


Cursos

Piloto Agrícola


A EJ Escola de Aviação foi a pioneira no curso de piloto agrícola com o uso do DGPS, hoje, amplamente utilizado na aviação agrícola.

Ser um piloto de avião agrícola requer grande habilidade e conhecimentos específicos. A EJ Escola de Aviação foi pioneira no curso de piloto agrícola. Seu curso utiliza os aviões Citabria para treinamento básico; Pawnee e Ipanema, para treinamento avançado. Todos são equipados com DGPS e, na retaguarda, a EJ Escola de Aviação conta com uma equipe de instrutores do mais alto gabarito.


Experiência

- Ser portador da licença de Piloto Comercial
- Ter no mínimo 370 horas de voo


Você pode

Iniciar uma carreira na área, como empregado ou de forma autônoma, aplicando produtos químicos em áreas de produção agrícola.


Próxima etapa

Além de pilotar avião agrícola, você também pode se especializar no combate a incêndios florestais ou ainda usar sua experiência para seguir carreira como piloto de linha aérea ou na aviação executiva.


Pré-requisitos

- Ser portador da licença de Piloto Comercial
- Ter no mínimo 370 horas de voo


Matérias

- Aspectos Históricos
- Aspectos Econômicos e Estatísticos
- Segurança de Voo e Prevenção de Acidentes
- Legislação Aeronáutica
- Legislação do Ministério da Agricultura e do Abastecimento
- Regulamentos de Tráfego Aéreo
- Produção Agropecuária
- Aeronaves


Treinamento prático

Está dividido em 31 horas de voo, sendo:

- 12 horas de treinamento básico/DGPS
- 19 horas de treinamento avançado


Aeronaves utilizadas

- Citabria
- Pawnee
- Ipanema

Veja mais fotos


Uma estrutura de apoio de primeira
linha está à sua espera, saiba mais
sobre o que a EJ oferece

Infraestrutura


    Mural Informativo


  • Garanta sua vaga para o Curso Manobras de Confiança.

    Devido ao sucesso, a EJ divulga as novas datas para o curso de manobras de Confiança:

    03/08 – últimas vagas
    17/08 – abertas as inscrições
    31/08 – abertas as inscrições
    14/09 – abertas as inscrições

    Esse curso tem como objetivo agregar conhecimentos e habilidades técnicas para a formação de bons Pilotos.

    Após criteriosa análise curricular dos profissionais envolvidos e um detalhado planejamento para a formatação de um curso que agregasse conhecimento, segurança e habilidades técnicas aos pilotos; em busca de aperfeiçoamento profissional.

    Ministrado por Ex-integrantes da Academia da Forca Aérea com larga experiência na formação de Pilotos em voos acrobáticos, o curso de Manobras de Confiança desenvolve no piloto a capacidade de responder rápida e precisamente à mudanças abruptas de atitude de voo, além de preparar fisiologicamente o piloto, evitando a desorientação no caso de situações adversas. As manobras realizadas neste treinamento estão totalmente de acordo com o manual da aeronave.

    Aeronave utilizada: Cessna-152 AEROBAT
    Pré-requisitos: Licença de Piloto Privado
    Treinamento Prático: O curso é dividido em 8 missões/voos de 40 minutos de duração. As horas de voo poderão ser lançadas nos cursos de piloto comercial ou como experiência.

    Para mais informações mande um e-mail para nossa equipe de atendimento, contato@ej.com.br, ou através dos telefones:

    Itápolis - SP 16 3263.9160
    Jundiaí - SP 11 4815.2325
    São Paulo - SP 11 3459.5233

    Voe mais alto.

  • Dois ex-AFA implantam curso de Manobras de Confiança

    Rubens Fernandes, ex-chefe de instrução da AFA e Ricardo Crespo, ex-piloto da Esquadrilha da Fumaça lideram a implantação na EJ.

    Quando o estol acontece? Como identificar que o estol está prestes a acontecer? Como se retira o avião de um parafuso? E de uma atitude irregular? O Curso de Manobras de Confiança, iniciativa pioneira no Brasil, oferecido pela EJ Escola de Aviação, desenvolve todas essas habilidades e conhecimentos. O curso tem por objetivo elevar o grau de confiança dos instrutores e alunos, otimizando, consequentemente, o nível de atenção durante os voos, principalmente diante de possíveis situações inadvertidas ou indesejáveis. Como resultado, os padrões de Segurança de Voo passam para um patamar acima dos já diferenciados e elevados padrões estabelecidos pela EJ.

    Para a implantação do curso, a EJ chamou dois ex pilotos da AFA: Ricardo Crespo, que foi membro do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), tendo realizado 276 demonstrações oficiais, das quais, 22 em 8 países, e que antes foi instrutor de voo com Especialização na Academia da Força Aérea, tendo atuado na formação básica e avançada de pilotos militares, com uma experiência de 3100 horas de voo de instrução, e Rubens Fernandes, que já foi Chefe da Divisão de Instrução de Voo na AFA, Academia da Força Aérea e Líder de Esquadrão de Instrução de T-25 e de T-27, com 3500 horas de voo de instrução. Ambos possuem o curso do Cenipa, Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, e atuaram como oficiais de segurança de voo.

    A FAA, órgão equivalente a ANAC nos EUA, exige esse curso para seus instrutores de voo nos EUA. O curso não é obrigatório no Brasil, mas a EJ recomenda para todos os seus alunos e ex-alunos. É muito válido, inclusive, como um complemento para quem tem apenas o curso de Piloto Privado, não só para Pilotos Comerciais e Instrutores de voo.

    Todas as aulas são ministradas no Cessna 152 Aerobat, que é o Cessna 152 com limites estruturais homologados para acrobacias aéreas e parafusos.

    O curso de Manobras de confiança não é um curso de Acrobacias Aéreas, ele usa os conhecimentos adquiridos e difundidos na acrobacia para elevar substancialmente a segurança de voo para os profissionais e futuros profissionais. "Este treinamento é uma das melhores ferramentas para a prevenção de acidentes na aviação", diz Ricardo Crespo, ex-piloto da Esquadrilha da Fumaça. 

    Além da habilidade e refinamento da pilotagem, o curso aborda outros aspectos: "melhora a disciplina operacional, o condicionamento das respostas motoras, o conhecimento e experiência prática para explorar o envelope de voo da aeronave, além de maior percepção, reflexo e visualização espacial", diz Fernandes.

    O curso é dividido em 8 missões/voos de 40 minutos de duração. As horas de voo poderão ser lançadas nos cursos de piloto comercial ou como experiência.

    O objetivo geral da EJ é melhorar ainda mais a segurança de voo. Segundo as estatísticas do site BoldMethod, 13,7% dos acidentes aeronáuticos na aviação geral nos EUA estão relacionados a estol/parafuso, e é aí que este treinamento entra. "Queremos melhorar a consciência situacional dos aviadores e a prevenir isso", diz Crespo.

    A EJ já tem 18 alunos para as três primeiras turmas, entre alunos e instrutores de voo da própria EJ. "A ideia é transformar esse conhecimento em uma cultura na EJ, para todos os instrutores e alunos. Nós queremos oferecer cada vez mais segurança e um currículo cada vez mais diferenciado, isso melhora, além de tudo, as possibilidades profissionais de nossos alunos", diz Josué Andrade, diretor da EJ.

    "Por enquanto esse treinamento é obrigatório nos EUA para instrutores de voo de lá. No Brasil não é obrigatório nem para instrutor, mas na EJ, nós adiantaremos. Todos os nossos instrutores, e os novos que entrarem, terão esses cursos, como um regulamento interno da EJ, indo além do regulamento oficial brasileiro", complementa Andrade.

    Nos EUA, a FAA, e no Brasil, a Anac, recomendam esse treinamento para todos os pilotos, e a EJ, já a partir de 2016, por ter a facilidade de aeronaves e instrutores, tornará, além de opcional hoje, obrigatório para todos os formandos em Piloto Comercial. "E em algum momento no futuro, obrigatório também para Pilotos Privados", entusiasma-se Josué Andrade.


    Confira a agenda de cursos

  • A EJ tem tradição na formação de Pilotos Agrícolas - CAVAG.

    Estão abertas as inscrições para o próximo curso de Piloto Agrícola - CAVAG, que terá início no dia 04 de agosto e vai até 04 de setembro em Itápolis/SP.

    Os candidatos devem apresentar experiência mínima de 370 horas comprovadas para formação no Pawnee e 800 horas para formação no Ipanema, dentre elas pelo menos 100 horas em aeronaves convencionais. Além da comprovação de horas, os candidatos serão avaliados na prática antes de iniciarem o curso.

    As exigências acima se fazem necessárias para proteger a vida dos pilotos e o patrimônio dos operadores agrícolas. Todos sabemos a importância da segurança e a responsabilidade da escola formadora; para isso, oferecemos também o curso preparatório para pilotos agrícolas na aeronave Citabria. Este treinamento serve para adaptação, agilidade, tomada de decisão e introdução do uso do DGPS. Todo treinamento é dirigido com ênfase na operação agrícola.

    Nosso treinamento utiliza os modernos equipamentos de DGPS e fluxômetro, ferramentas hoje indispensáveis para qualquer operador e empresa que se propõe a prestar serviços com qualidade e transparência aos produtores.

    O aluno pode optar para formação em duas modalidades, sendo, a de menor custo utilizando somente o Pawnee na fase avançada ou nos Ipanemas 201A e 202 com custo adicional. Contamos também com o Citabria para treinamento básico/DGPS.

    Para maior comodidade de nossos alunos contamos com alojamentos, sala de aula, restaurante, sala de estudo e televisão, tudo em um só local.

    Para saber mais informações sobre o curso de Piloto Agrícola mande um e-mail para contato@ej.com.br ou ligue:

    Itápolis-SP - 16 3263 9160
    Jundiaí -SP - 11 4815 2325
    São Paulo - SP - 11 3459-5233

    Voe mais alto.

Tel.: Itápolis-SP: 55 16 3263-9160 - Jundiaí-SP 55 11 4815-1984

São Paulo-SP 55 11 3459-5233 - Campo Verde - MT 55 66 3419-4157