EJ - Escola de Aviação Civil


Notícias

Aos 33 chutou tudo e foi seguir seu sonho. Agora, aos 42, vai pilotar Boeings 737

Azevedo trabalhando na Cosipa/Usiminas (esquerda) e como instrutor de voo (direita)


Leandro Aredes de Azevedo, todos os dias, acordava bem cedo, tomava um banho, vestia uma calça social, camisa com logo da da empresa, calçava sapatos devidamente engraxados, penteava o cabelo e ajudava seus dois filhos a se arrumarem com o uniforme da escola.

Com todos arrumados, seguia para a cozinha, onde preparava o café e o achocolatado das crianças. Sua esposa cortava os pães para fazer os lanches, que variavam entre presunto, queijo, manteiga e margarina. Na televisão, enquanto tomavam o café da manhã, assistiam as últimas notícias do programa Bom Dia Brasil.

Vinte minutos depois, descia com as crianças para a rua onde aguardava a perua que as levavam para a escola. Logo ele pegava o ônibus fretado que seguia pela Piaçaguera Guarujá.

O ônibus o levava até a siderúrgica da Cosipa/Usiminas, no polo industrial de Cubatão, onde trabalhava há 14 anos, desde quando completou a maioridade. Exatamente 1h30 minutos depois de desligar o despertador, às 7:00 em ponto, entrava no centro de controle operacional, onde trabalhava na programação de processo de fabricação de aço. Seu trabalho envolvia definir os usos dos materiais em cada momento do processo industrial.

Na Cosipa, Azevedo começou como aprendiz júnior. Logo depois foi para operador trainee, foi subindo alguns cargos e já era líder de equipe. Já era certo que em cerca de mais um semestre seria elevado ao cargo de supervisor. A empresa fornecia um bem elaborado plano de carreira. Quando terminasse a faculdade de engenharia de produção, a qual Leandro cursava à noite, na UNIP Santos, teria muito mais avanços e salários melhores. Ele já estava no quinto período.

Nos fins de semana sempre havia um passeio com as crianças na bonita orla da cidade. Não raramente, aos sábados, ia com os amigos e filhos torcer para o Santos, na Vila Belmiro.

Seu apartamento já estava pago. A empresa fornecia um bom plano de saúde para toda a família, estabilidade, e diversos outros benefícios, como clubes de funcionários. Ele tinha planos para, depois de formado e com as promoções que ocorreriam, comprar uma casa maior.

Leandro construía uma vida seguindo um script de comercial de margarina, mas assim como muitos casais que se casam muito jovens, o relacionamento ficou desgastado e desmoronou. Era 2011 e ele tinha 33 anos de idade. “Estava passando por um momento difícil da vida. Meus filhos não estavam morando mais comigo”, relembra.

Com uma nova rotina, sem a convivência diária com filhos, achando tudo monótono, tomou uma atitude drástica, resolveu desmoronar a carreira também e seguir seu sonho: ser piloto de aviões. “Sempre quis, mas a vida leva para outros caminhos, sabe?”, comenta.

Entrou em contato com um primo, comandante da Latam, e pediu uma dica de como começar. “Quando decidi, ele disse para ir pra EJ”. Menos de um mês depois, em janeiro de 2011, estava sentando em uma das salas de aula da EJ Jundiaí. Ali começava o primeiro beabá: o teórico de piloto privado. A família apoiou, mas com certo receio. “Foi sonho. Misturado com coragem de sempre acreditar que ia dar certo”, afirma Azevedo.

Foi uma jogada ousada: investir suas reservas, sem certeza de retorno, nos caros cursos de aviação, e sem emprego. Em pouco menos de um ano e meio, em dedicação integral, já havia concluído o curso de piloto privado e comercial. As reservas acabaram e ele vendeu seu carro. “Meu pai tinha uma cgzinha e me emprestou”, conta. Logo ele fez o curso de INVA (Instrutor de voo), e no fim de 2012 já foi contratado como instrutor para dar aulas teóricas e práticas na unidade Jundiaí. “Entrei de corpo e alma para a aviação, mesmo”, afirma.

Com bom desenvolvimento, logo tornou-se instrutor sênior, dando aulas práticas em todos os modelos da escola, do Cessna 152 até o bimotor Seneca. Em 2015, já com 1400 horas de voo, Azevedo foi para aviação executiva, retornando para o quadro de instrutores da EJ em julho de 2019.

Durante os seis meses que trabalhou na sua segunda passagem pela instrução, priorizou as aulas nos simuladores de voo, focando nas seleções de companhias aéreas. Entre voos práticos e simuladores, ensinou por mais cerca de 200 horas.

Já com mais de 2 mil horas de voo, foi contratado, agora em janeiro, pela Gol. Azevedo está no momento fazendo ground school do Boeing 737-800. Em breve, fará aulas no simulador da companhia para, na sequencia, terminar a instrução de voo prática, já em rota, com passageiros. “Uma emoção muito grande de ver a grandeza da coisa. A ficha cai, depois não cai, fica flutuando. Mas é muita coisa pra estudar, não dá tempo de ficar filosofando”, afirma.

Agora, aos 42, casado novamente, depois de uma mudança total de rumos e ares, começa em breve com uma nova rotina, bem diferente de ir para Cubatão diariamente: voar para o Brasil e América Latina pilotando um grande avião a jato.

Vale a pena sair da zona de conforto para correr atrás de um sonho? “Não me arrependo nem um minuto, cara”.

A EJ agradece a Azevedo pelo tempo dedicado ao ensino e deseja bons voos na Gol!

Publicado em 06/02/2020


Vídeo: conheça nossos aviões,
simuladores, infraestrutura e saiba
mais sobre a nossa escola

Confira o vídeo


    Mural Informativo


  • Lista dos Aprovados para o Curso de Pilotagem Profissional de Aeronaves

    Abaixo segue o resultado do processo seletivo 2º semestre 2020, realizado no dia 19/07/2020 e provas agendadas, em ordem alfabética:  Adeilson Gabriel Lourenço Bezerra - AprovadoAdrielli Andreina de Souza Reversi - AprovadoAlberto De Paula Edwards Neto - AprovadoAlexandre Teixeira Dizarro - AprovadoÂngelo Monnerat Rivas - AprovadoBruno Gonçalves Tapparo - AprovadoErick Ferreira Vieira - AprovadoGabriel Augusto Bartholomeu - AprovadoGabriel Eliziari - AprovadoGabriel Gonçalves da Silveira - AprovadoGiulia Dótele Pandolpho - AprovadoIgor Carlos Lopes Costa - AprovadoJader Tulio Satiro - AprovadoJairo de Carvalho Santos Neto - AprovadoJosé Coimbra Freire Neto - AprovadoJose Henrique de Lima Freitas - AprovadoJuan Carlos Nobre Galloza - AprovadoMatheus Brito Martins - AprovadoNatham Fernandes Rodrigues - AprovadoNathan Vieira Cardozo - AprovadoNedson Rafael Aguiar da Silva - AprovadoNorberto Auzier Vieira Neto - AprovadoOtavio Franco Moraes Neto - AprovadoPedro Paulo Miranda - AprovadoPhilipe César de Oliveira Cardoso - AprovadoRafael de Morais Tinoco - AprovadoRenan Silva Seabra Pinto - AprovadoRodrigo Furlan - AprovadoVictória Beraha de Mello Rodrigues - AprovadoVinicius da SilvaTanaka Nascimento - AprovadoVinicius Frajuca Cunha - AprovadoVitor Nascimento Sá - Aprovado  * Os candidatos que foram reprovados no vestibular não aparecem nesta lista. * Aos aprovados, fiquem atentos, pois as matrículas serão realizadas entre os dias 27/07 a 31/07.*Os documentos exigidos para a matrícula deverão ser enviados para o e-mail da Secretária Acadêmica secretaria.academica@ej.com.br digitalizados no formato PDF.Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou equivalente;Histórico Escolar de Conclusão do Ensino Médio ou equivalente;Prova de quitação do Serviço Militar ou Certificado de Alistamento Militar, se do sexo masculino;Certidão de Nascimento ou Casamento;Título de Eleitor com comprovante de votação da última eleição;Duas fotos 3x4 recentes;Cédula de Identidade:CPF.

  • Anote a data: 30 de agosto teremos o Itápolis Airshow 2020. Será por live.

    Organizado pela EJ - Escola de Aeronáutica Civil e pelo Aeroclube de Itápolis, o tradicional Itápolis Airshow já tem data para a edição de 2020. Será em 30 de agosto.Devido a pandemia que ocorre no país, não terá público presente, mas será transmitido por live. Mais próximo da data, tanto a EJ, quanto o Aeroclube, disponibilizará, em suas redes sociais, quais serão as plataformas da transmissão. “Não abriremos para o público. Seguiremos com todos os cuidados recomendados sobre aglomeração de pessoas, mas não podíamos deixar nosso tradicional airshow passar batido. Não será grande, como em ouros anos, mas sim do tamanho para uma transmissão online”, afirma Josué Andrade, diretor da EJ.O show já tem três atrações confirmadas, a Esquadrilha Fox, de Brasília, formada por três aviões do modelo RV, uma apresentação acrobática com um dos Cessnas Aerobat da EJ e o Super Decathlon do Aeroclube de Itápolis.Mais duas atrações estão sendo confirmadas.Data30 de agosto de 2020Início da transmissão: 10h00Previsão de duração: 1h30Links serão disponibilizados mais perto da data (Provavelmente Youtube, Facebook ou Instagram)

  • Faculdade EJ: mensalidades mais baixas durante a pandemia

    A EJ comunica que durante as restrições de aglomeração impostas devido a pandemia de COVID-19, as mensalidades da EJ - Escola Superior de Aviação Civil, para as aulas teóricas, terão um desconto de 30% no valor.

Homologação ANAC
Número 051

DOU 03/05/18

QUALIDADE
ISO 9001:2015

Tel.: Itápolis-SP: 55 16 3263-9160 - Jundiaí-SP 55 11 4815-1984

Americana-SP 55 19 3467-4454 - Campo Verde-MT 55 66 3419-4157