EJ - Escola de Aviação Civil


Notícias

Com previsões positivas do mercado, EJ Jundiaí contrata quatro novos instrutores de voo

Da esquerda para a direita: Luiz, Bruno, Fábio, Fabricio


A unidade Jundiaí da EJ contratou quatro novos instrutores para integrar seu quadro. As admissões de novos colaboradores visam repor os instrutores mais experientes recém contratados por companhias aéreas, além de ser um investimento no otimismo do setor, com boas previsões do mercado aeronáutico. “Há um momento de otimismo no mercado e nós precisamos contratar instrutores, primeiramente na unidade Jundiaí, e logo mais nas outras unidades”, afirma Josué Andrade, diretor da EJ.

Os novos instrutores iniciam ministrando aulas de voo nos Cessnas 152, para os cursos de Piloto Privado e Piloto Comercial, em voos visuais, e seguem adquirindo experiência para evoluir de aeronaves, até ministrarem aulas de voo por instrumentos e aeronaves multimotoras, como o Seneca. “Antes de começarem os voos na prática com alunos, fizeram uma longa readaptação, pois muitos deles terminaram seus cursos de instrutores há algum tempo, aguardando na fila de contratação. E começam com as aulas mais básicas para ganharem experiência”, afirma Renan Rocha, diretor operacional da unidade Jundiaí da escola.

Conheça os instrutores contratados:

Fábio Kenji Mendes, 22, é de Curitiba, Paraná. Tem 410 horas de voo. Fez sua graduação em Ciências Aeronáuticas na Universidade Tuiuti do Paraná, e o curso de piloto privado na Aerocon, também em Curitiba. Seguiu para a EJ para fazer o curso de piloto comercial e outras especializações como Jet Training e Acrobacias Aéreas, além do curso de instrutor de voo. O pai foi o grande incentivador, que o levava para observar aeronaves no aeroporto da cidade quando criança. “Comecei a me interessar pela aviação e decidi seguir nessa área”, conta.

Tem o objetivo de chegar à linha aérea. A instrução é um modo de “ganhar experiência e contribuir o máximo no aprendizado dos alunos. Ensinando também se aprende“, explica.


Fabricio de Oliveira Morais Lima, 28, é de Itapeva, interior de São Paulo. Fez todos os cursos de pilotagem na EJ, do piloto privado ao curso de instrutor de voo, além do Jet Training. Possui 240 horas de voo, é bacharel em Sistemas da Informação pela FAIT (Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva).

“Acredito ser uma etapa essencial na carreira de qualquer piloto”, resume Fabricio, que pretende ir para a linha aérea, sobre a experiência de ser instrutor de voo.

Como começou a relação com a aviação? “Quando eu tinha uns 5 anos, teve um show aéreo na cidade com a presença da esquadrilha e vários pilotos civis, e eu fiquei impressionado com os aviões fazendo acrobacias, e a partir desse dia eu queria ser piloto para poder fazer acrobacias um dia. Então meu pai é o culpado”, diverte-se.


Luiz Henrique Sobreira de Sousa, 26 anos, é de São Paulo, Capital. Possui 300 horas de voo. Seu pai começou a levá-lo ao aeroporto quando era pequeno. “Aí comecei a gostar”, relembra.

Graduou-se-se em Aviação Civil na Universidade Anhembi Morumbi. Lá conheceu a EJ através de amigos. Fez todos os cursos na Unidade Jundiaí da escola, desde o piloto privado até o curso de instrutor de voo. Fez pós graduação em Segurança de Voo também na Anhembi Morumbi. Durante a fase que será instrutor pretende “adquirir mais experiência, assim como horas de voo, e poder aprender mais com os voos, com os alunos”, afirma Luiz, que pretende ir para a linha aérea, que é seu sonho.


Bruno Colombo, 31, é de São Paulo, capital. Formado em Administração de empresas pela FAAP - Fundação Armando Alvares Penteado, fez os cursos teóricos na EWM, em São Paulo e todos os cursos práticos na EJ Jundiaí, logo após se graduar na faculdade.

Foi incentivado pelo pai, piloto privado, o gosto pela aviação. Logo após formado aviador, descobriu uma oportunidade de fazer voos panorâmicos nos EUA, para uma escola de aviação local, onde adquiriu cerca de 80 horas de voo de experiência, levando turistas para voar sobre a costa oeste.

Ao voltar para o Brasil depois do fim do visto de trabalho, atuou novamente na administração de empresas e logo na sequência buscou uma oportunidade de se manter em contato com a aviação e foi contratado pela EJ Unidade São Paulo para ser instrutor teórico. Agora foi transferido para ser instrutor teórico e prático da Unidade Jundiaí, além de manter aulas teóricas em São Paulo. Possui hoje 315 horas de voo. “Meu sonho e expectativa de vida é seguir na aviação comercial”, afirma.

Seu pai fez o curso de piloto privado em 1985. “Só que ele não conseguiu seguir com o curso de piloto comercial, ficou apenas o de piloto privado, como hobby, por conta de uma limitação na visão além do limite para ser piloto de linha aérea, então eu tenho como principal objetivo, desafio, alcançar esse sonho do meu pai, que hoje já é falecido, e não conseguiu”, afirma Bruno, emocionado. “Eu estou seguindo esse sonho que vem desde criança. Meu primeiro voo foi de Paulistinha na barriga da minha mãe quando gravida em um dos seus voos solos”.

Publicado em 07/11/2018


Vídeo: conheça nossos aviões,
simuladores, infraestrutura e saiba
mais sobre a nossa escola

Confira o vídeo


    Mural Informativo


  • Lista dos Aprovados para o Curso de Pilotagem Profissional de Aeronaves

    Abaixo segue o resultado do processo seletivo, realizado no dia 14/06/2019:1º Igor Calcagno Vaz Vellasco Pereira Aprovado 2º Igor Faliza Sampaio de Sousa Aprovado Aprovado 3º Alessandro Pereira Rosado Aprovado 4º João Matheus Marques Villalba Aprovado 5º Bruno Bernal Aprovado 6º João Paulo Castanheira Aprovado 7º Kim Rocha Camps Aprovado 8º Tâmata Renata Tezoto Aprovado 9º Gustavo Braga Bassoto de Andrade Aprovado 10º Gustavo Diniz Alves Santos Aprovado 11º Giovanne Takano Aprovado 12º Alex Matheus Batista da Silva Aprovado 13º Victor Weslen Dos Santos Aprovado 14º Lucas Henrique Pinto Aprovado 15º Luis Felipe de Andrade Dias Aprovado 16º Guilherme Lopes Amaral Aprovado 17º Thiago Chefer Koch da Cunha Aprovado* Os candidatos que foram reprovados no vestibular não aparecem nesta lista.* Aos aprovados, fiquem atentos, pois as matrículas serão realizadas entre os dias 24 a 28 de junho de 2019 conforme instruções no edital.

  • Faculdade EJ: informativo sobre resultado do vestibular

    Prezado(s) Alunos,A EJ Faculdade de Tecnologia em Aviação Civil agradece por sua participação na primeira chamada do vestibular do segundo semestre de 2019 do curso Superior de Pilotagem Profissional de Aeronaves, ocorrido no dia 14 de julho de 2019, às 13:30h no Campus da EJ em ItápolisO resultado da primeira chamada será divulgado em 24 de junho de 2019, segundo edital.Os resultados estarão disponíveis no site da EJ ( https://www.ej.com.br ) e Faculdade EJ ( https://www.ej.edu.br ).Voe mais alto.

  • Faculdade EJ: segunda chamada para o vestibular do 2º Semestre 2019

    A EJ Faculdade de Tecnologia em Aviação Civil informa que a segunda chamada do vestibular do segundo semestre de 2019 do curso Superior de Pilotagem Profissional de Aeronaves, acontecerá no dia 14 de julho de 2019, às 13:30h no Campus da EJ em Itápolis.O edital e as inscrições para prestar o processo seletivo estarão disponíveis a partir de 01 de julho através do site: www.ej.edu.br/vestibular O resultado da primeira chamada será divulgado em 24 de junho de 2019, segundo edital.Sobre o curso:O curso Superior de Pilotagem Profissional de Aeronaves da EJ tem duração e dois anos, sendo reconhecido pelo MEC, e pela Agência Nacional de Aviação Civil. Dentro dos quatro semestres, o estudante pode ver todas as matérias de piloto privado, piloto comercial, além de matérias ligadas a segurança de voo que permitem uma formação mais completa.A principal vantagem de estudar na Faculdade EJ é a oportunidade de voar logo no primeiro semestre, desde modelos básicos como o Cessna 152, passando por aviões com painéis Glass Cockpit para ensino das últimas tecnologias de aeronaves, como RNAV, chegando até a bi-motores. Além disso na EJ você voa solo de verdade, desde o piloto privado.Sem a perda de tempo no deslocamento entre a faculdade e escola de pilotagem, o ensino na Faculdade EJ torna-se muito mais proveitoso, afinal o aluno poderá voar no Campus Itápolis durante o dia, e estudar durante a noite na faculdade.Hoje dentro dos processos seletivos de companhias aéreas, a formação em um curso superior é um forte diferencial, que permite em alguns casos inclusive possuir uma menor experiência prática. A qualidade de ensino da EJ é reconhecida por grandes empresas aéreas, já tendo formado milhares de pilotos que hoje atuam no mercado nacional e internacional. Isso é sinônimo de confiança na formação de futuros profissionais.Um piloto profissional da EJ tem como diferencial a sua padronização, além do treinamento de recuperação de atitudes anormais que é recomendado pelo FAA, agência reguladora de aviação nos Estados Unidos, e pela ANAC no Brasil.Fora isso, a EJ é a única escola no Brasil certificada com os padrões internacionais ISO, que designa um grupo de normas técnicas que estabelecem um modelo de gestão da qualidade. A função é promover a normalização de produtos e serviços, para que a qualidade dos mesmos seja permanentemente melhorada. O reflexo é a garantia de um padrão de serviços e melhoria contínua da qualidade.Para maiores informações entre em contato como nosso Departamento Comercial pelo e-mail contato@ej.com.br, ou pelo telefone 16 3263-9160.Voe mais alto.

Homologação ANAC
Número 051

DOU 03/05/18

QUALIDADE
ISO 9001:2008

Tel.: Itápolis-SP: 55 16 3263-9160 - Jundiaí-SP 55 11 4815-1984

Campo Verde - MT 55 66-3419-1510